Saiba quais são os 4 comportamentos mais comuns dos milionários que pouca gente sabe.

Inspire-se com os grandes!

Ao se falar em milionários, as pessoas logo pensam em uma pessoa vestida com roupas das melhores marcas – quando não um smoking – limousines, iates, belas garotas e enormes mansões. Por incrível que pareça, essa é uma imagem fantasiosa e distorcida da maioria dos milionários. Pessoas ricas, que batalham pelos seus milhões, não gastam frivolamente o dinheiro que juntaram com tanto esforço – muitas vezes, com uma vida toda de trabalho duro.

Ser uma pessoa rica é diferente de ser uma pessoa com um ótimo salário. Pessoas com ganhos elevados são aquelas que mais costumam ostentar – e fazer jus à fama de gastadores. Mas um raciocínio rápido desmonta a idéia de riqueza dessas pessoas, pois não se pode ser rico ganhando 10 mil e gastando 11 mil por mês. Alguém com esse procedimento, por mais que ganhe fortunas, não pode ser considerado rico, mas sim um candidato ao endividamento e à falência.

Para medir a riqueza de um indivíduo, é necessário avaliar seu patrimônio, e não apenas os seus ganhos ou, pior ainda – os seus gastos. Os verdadeiros milionários muitas vezes podem passar despercebidos, e suas reais características costumam ser desconhecidas da maioria da população. Abaixo, vamos enumerar 3 delas, e como podem ser aplicadas no dia-a-dia das pessoas. Pois se tornar um milionário pode ser uma tarefa difícil, mas não é impossível. Vejamos:

1. Frugalidade
A primeira característica de um milionário é a frugalidade como estilo de vida. Warren Buffett, o megainvestidor da Bolsa de Valores americana, mora na mesma casa desde 1958 (não é nenhuma mansão) e seus pratos favoritos são pipoca, hambúrguer e sorvete de chocolate acompanhado de Cherry Coke (Coca-cola sabor cereja, não é vendida no Brasil). Champagne e caviar não constam da lista.

Thomas Stanley e William Danko, autores do livro “O Milionário Mora ao Lado”, dedicaram um capítulo inteiro do livro à frugalidade dos milionários, destacando que menos de 1% dos milionários americanos gasta com roupas, carros ou coisas caras. A grande maioria deles não tem sequer carro do ano e usa roupas baratas, compradas em lojas de departamentos.

Assim, podemos ver que a frugalidade é uma das mais importantes características de um milionário: gastar menos do que se ganha, valorizar o dinheiro e não gastá-lo com coisas desnecessárias. E essa é, felizmente, uma qualidade relativamente fácil de adquirir por qualquer pessoa. Afinal em épocas de dinheiro curto, aprendemos rapidinho a “apertar o cinto”.

2. Muito trabalho
A segunda característica dos milionários é trabalhar muito. A não ser que se tenha uma bela herança para desfrutar, ou muita sorte para apostar na loteria e ganhar, o candidato a milionário juntará seu dinheiro através do trabalho duro. E tanto para ganhar o dinheiro, como para fazê-lo render, é necessária muita perseverança e dedicação. Milionários frequentemente trabalham de 10 a 12 horas por dia. A idéia de uma rede na praia, sombra e água de coco é possível, mas apenas durante alguns dias do ano: as férias.

Porém, o trabalho não é um fardo para as pessoas ricas: elas trabalham naquilo que realmente gostam, e se sentem felizes e realizadas com ele. E a realização pessoal no trabalho permite atingir a excelência, e todos nós sabemos que um trabalho bem realizado gera dividendos, a curto, médio e longo prazo. Mesmo após conseguir deixar a conta bancária bem recheada, os ricos continuam trabalhando, e bastante. Muitos ainda acham tempo para se dedicar a atividades voluntárias – Bill Gates é um exemplo.

3. Aprendizado constante
Depois de muito trabalho, o resultado aparece: o dinheiro ganho com ele. E saber administrar o dinheiro, saber investi-lo de modo a que sempre gere mais renda é crucial e é isso que determinará o resultado final na conta bancária.

Pois, assim como é necessário estudar para poder trabalhar eficientemente e lucrativamente, é necessário saber o que fazer depois com o valor ganho. As pessoas ricas têm consultores, mas a decisão final de como aplicar e onde investir o dinheiro é somente delas – elas sabem que devem ser precisas em suas decisões, para obterem lucros e minimizar as perdas. E esse conhecimento é adquirido somente através de muito estudo. Isso também inclui cercar-se de pessoas bem-sucedidas, para aprender com elas.

4. Maturidade
Outra característica dos milionários estudados no livro “O Milionário Mora ao Lado”, é que a maioria desses felizes mortais, quando chega a esse patamar, está em torno de 40 a 50 anos. Ou seja, não há muitos Mark Zuckerberg no mundo, ou seja, pessoas que conseguiram ficar ricas ainda jovens. A maioria das pessoas começa a ver a cor do dinheiro apenas depois de uma certa idade, o que é muito normal, sendo a riqueza o resultado natural de seus esforços.

Assim, não se sinta velho demais para começar a aplicar essas máximas em sua vida. Com esforço e dedicação sempre se pode atingir a tão sonhada independência financeira, o que significa viver uma vida mais segura, mais livre e realmente focada naquilo que lhe dá satisfação. Por que não começar a praticar agora mesmo? Conte-nos suas idéias!





Gostou do conteúdo? quer receber em primeira mão sempre que postarmos novos assuntos? Cadastre-se abaixo e mantenha-se bem informado sobre assuntos relevantes a sua carreira.